14 de novembro de 2017

Aldeia Histórica de Marialva

A cerca de 10 quilómetros de Mêda, as ruas empedradas da aldeia histórica de Marialva levam-nos a tempos longínquos da nossa história mas também ao quotidiano das gentes da terra que tão bem sabem receber.

aldeia histórica de marialva, aldeias históricas de portugal, casas do côro
Todas as estações são boas para visitar a aldeia histórica de Marialva mas acho que o cinza da pedra combina bem com o tempo frio. Conhecer apenas a aldeia ou dormir nas magníficas Casas do Côro é por si só uma boa experiência mas incompleta se não se entrar na zona amuralhada.
9 de novembro de 2017

Tipografia Popular do Seixal

No Seixal, na antiga Tipografia Popular A. Palaio, Lda, Eduardo Palaio dá a conhecer como funciona a única réplica em Portugal da prensa  de Gutemberg.

Tipografia Popular do Seixal, tipografia Palaio
Não foi necessário o convite do senhor Eduardo Palaio ao ver-me espreitar à porta do nº 41 na Praça Luís de Camões para entrar. Já sabia que por detrás da bonita fachada de azulejos há um património que ultrapassa o da antiga tipografia que aqui operou durante cerca de 50 anos. Além da oficina tradicional de artes gráficas, aqui recria-se também os primórdios da impressão.
2 de novembro de 2017

Relais La Suvera: uma experiência memorável

Começou por ser uma fortaleza medieval e mais tarde adaptada a villa renascentista do Papa Júlio II. Hoje, além ser um dos mais bonitos alojamentos de luxo na Toscana, alberga um museu com peças da família Ricci e Massimo.

Relais La Suvera, villa renascentista Papa Julius II, fortaleza medieval Toscana, alojamento luxo Toscana
Itália...Toscana… (suspiro). Sim. Suspiro sempre que penso neste país e nesta viagem. E um dos motivos é recordar La Suvera. Queria muito dormir num castelo. Não precisava de ser uma grande propriedade mas tinha de ter um ambiente de campo. Coincidência das coincidências, umas semanas antes de partir passou na RTP2 o filme “A Viagem a Itália” de Michael Winterbottom com Rob Brydon e Steve Coogan. Fiquei curiosa com um dos lugares e acabei no computador a investigar. O que vi deixou-me tão deslumbrada que não procurei mais. Era aqui que iria ficar.
26 de outubro de 2017

Helsínquia inesperada

A viagem a Helsínquia foi inesperada. Num dia estava a retirar roupa de verão da mala e no outro a colocar roupa de Outono. Mas há coisas que têm muita força e lá embarquei. O voo foi de noite e por sorte consegui dormir. Cheguei a Helsínquia de madrugada.

o que visitar em Helsínquia, roteiro por Helsínquia, atrações de Helsínquia
Apanhei um táxi que me levou ao hotel. Uma viagem rápida mas que permitiu começar a sentir a agitação da cidade. Àquela hora, já havia movimento nas ruas.
18 de outubro de 2017

8 locais onde parar entre Lisboa e Madrid

Longe vai o tempo em que ia de Lisboa a Madrid de uma assentada. Claro que havia sempre paragens para comer, ir à casa de banho e alternar o condutor mas nada que alterasse em muito a viagem. Desde que sou mãe mudou: o tempo passou a ver vivido de outra forma e agora opto por pelo menos uma (às vezes duas) paragens. Isso fez-me procurar percursos alternativos e a conhecer novas paragens.

Mérida

onde parar entre Lisboa e Madrid
Capital da região da Extremadura e classificada como Património da Humanidade pela UNESCO, Mérida é uma viagem até à época romana. Dos locais a não perder destaco a Casa de Mitreo, a ponte romana, o templo de Diana, o arco de Trajano, o teatro e anfiteatro romanos e o imperdível Museu Nacional de Arte Romano. Ainda recordo o pudim de queijo da Casa Benito.
10 de outubro de 2017

Moinhos de Penacova

No concelho de Penacova existe um dos mais importantes núcleos molinológicos de Portugal. Em 2016 foi inaugurado o Museu do Moinho Vitorino Nemésio, um excelente complemento à visita.

Moinhos de Penacova, núcleo museológico de Penacova, museu do moinho Vitorino Nemésio, moinhos de Portugal
Faço o IP3 com alguma regularidade. Principalmente nas épocas festivas, é comum haver algumas filas que implicam abrandamentos ou mesmo paragens forçadas. Foi num desses momentos que reparei nos moinhos de Penacova. A imagem ficou-me retida na memória para averiguar do que se tratava. Descobri que existem vários, assim como o Museu do Moinho Vitorino Nemésio. A oportunidade de o conhecer surgiu após uma visita ao Buçaco. A estrada não é a melhor, com curva e contracurva e sempre sob arvoredo cerrado.
27 de setembro de 2017

Talim e uma vodka antes de dormir

Ao contrário de todas as minhas viagens, a ida a Talim, capital da Estónia, foi diferente. Não houve um planeamento prévio nem levei um mapa com os principais pontos a visitar. Isso torna-a ainda mais especial.

Talim, o que visitar em Talim, roteiro de um dia em Talim, principais atrações de Talim
Durante o jantar num restaurante em Helsínquia,  abordaram-me sobre a minha nacionalidade. Há distância de uma mesa, a língua parecia-lhes russa mas a fisionomia não se enquadrava.
–Sou de Portugal.
Acabámos por tomar uma bebida e após algumas sugestões de lugares para conhecer na cidade, sugeriram-me visitar Talim.
19 de setembro de 2017

Talavera de la Reina ou um elogio à cerâmica

Ao tempo que queria conhecer Talavera de la Reina mas a ideia nunca era aceite. Havia sempre um destino que parecia mais interessante e eu lá ia cedendo. Mas no último regresso de Madrid, mesmo antes de parar em Oropesa, fiz uma paragem de algumas horas.

Talavera de la Reina, roteiro Talavera de la Reina, o que visitar em Talavera de la Reina, cerâmica de Talavera de la Reina
Estacionar foi extremamente simples. Tinha pesquisado e encontrado o sítio perfeito junto ao Parque del Cañillo. Foi chegar e lugares não faltavam. Lá fui devagarinho, junto à muralha e torre Albarrana, em direção ao Museo Ruiz de Luna. Sabia da grande tradição de cerâmica de Talavera de la Reina e não queria mesmo perder. E fiz bem.