14 de junho de 2018

Siena, a magnífica

Da Piazza S. Domenico, Siena parece uma imagem editada. Contornos definidos, cores vibrantes, luz perfeita. Mas é apenas Siena ao natural, sedutoramente irresistível.


Sempre achei os italianos um povo ímpar. Não conheço outro que esteja mais familiarizado com a cultura, a harmonia, o luxo e a excentricidade. Basta saírem à rua para estarem perante o belo, seja na arquitetura, nas obras de arte, nos automóveis, na moda. Foi nisto que pensei quando vi pela primeira vez, ao longe, o casario de Siena com a Torre del Mangia a evidenciar-se. Senti um certo cosmopolitismo mas sem nunca esquecer que estou em Itália.



4 de junho de 2018

Ribafreixo Wines

Na  Região Demarcada da Vidigueira, a Ribafreixo Wines é das adegas mais bonitas do Alentejo. Daqui saem grandes vinhos, assente numa produção integrada e vegan-friendly.

Ribafreixo Wines, Herdade do Moinho Branco, adegas Vidigueira, Vinhos do Alentejo

“Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.” Foi Fernando Pessoa quem o escreveu mas aplica-se a tantos projetos empreendedores. A Ribafreixo Wines é um deles. Nasceu em 2007 quando Mário Pinheiro e Nuno Bicó começaram a adquirir terrenos para a plantação de vinhas. Objetivo: fazer grandes vinhos do Alentejo. A primeira produção foi em 2012, com prevalência para os vinhos brancos. Atualmente o portefólio da Ribafreixo Wines já conta com vinhos tintos, um licoroso e para o final do ano esperam-se mais novidades.

Ribafreixo Wines, Herdade do Moinho Branco, adegas Vidigueira, Vinhos do Alentejo

25 de maio de 2018

O vino nobile de Montepulciano

A minha expectativa para Montepulciano era enorme. Diria até gigante. É que numa só cidade reúnem-se várias coisas que aprecio: património histórico, gastronomia e vinhos.


À semelhança do que aconteceu em quase todas as cidades da Toscana, foi ao fim da tarde que cheguei a Montepulciano. Estacionei "la maquina" à porta do hotel (era assim que o dono lhe chamava), uma vantagem dada a quem de fora pernoita dentro das muralhas. Como já caía a noite, não perdi muito tempo. Abri apenas as malas e saí. Alguns casais procuravam um espaço para jantar e tal como eu, dirigiram-se para La Bottega del Nobile, um restaurante, wine-bar e loja de vinhos com mais de 300 referências toscanas. A casa estava quase cheia mas consegui mesa, apesar de não ter marcação. O serviço foi rápido e simpático e escolhi o que me tinham recomendado como imperdível: tábua de queijos e enchidos, picci e carne grelhada com molho balsâmico.
17 de maio de 2018

Declaração de amor a Nova Iorque

Não sou dada a religiões mas cultivo a espiritualidade. E acredito numa coisa: que o que nos está destinado acaba sempre por chegar. Há uma década que sonho com Nova Iorque mas todos os anos há sempre destinos que se tornam prioritários. Finalmente chegou o momento e a minha experiência foi dez vezes mais incrível.


A viagem a Nova Iorque foi inesperada. Em poucas semanas marquei voos, hotel e atravessei o Atlântico. Depois de tantos filmes, séries e relatos ouvidos, tinha uma ideia da cidade. Mas errada. Porque Nova Iorque supera tudo o que de bom e mau se diz. É dos lugares que mais se reinventa, sempre com novas experiências para tantos públicos distintos. Desde que viajo, o meu objetivo nunca foi colecionar lugares nem carimbos no passaporte. Eu procuro viver experiências. E elas foram tantas.
10 de maio de 2018

Aldea: uma estrela portuguesa em Nova Iorque

Sempre que viajo procuro algo de inspiração portuguesa no destino, seja um azulejo Viúva Lamego em Havana, uma estátua em mármore de Estremoz em Plasencia ou um quadro de um pintor português em Lyon. Em Nova Iorque esse encontro deu-se no Aldea, o estrelado restaurante do luso-americano chef George Mendes.

Restaurante Aldea Nova Iorque, Aldea restaurant, chef George Mendes, restaurante português Nova Iorque, restaurante Estrela Michelin Nova Iorque, Michelin Star restaurant NYC, fine dining NYC