31 de agosto de 2017

Oropesa

Sempre que vou a Madrid tento pensar em lugares diferentes para conhecer no regresso a Lisboa. Não é que a viagem não se faça de seguida, com paragem apenas para almoçar, mas mais um dia parece aumentar o sabor a férias. Foi assim que conheci Oropesa.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
A ideia era pernoitar num lugar tranquilo e sem demasiado que visitar. Oropesa, a poucos quilómetros de Talavera de la Reina, foi um feliz achado. Vinda na auto-estrada, começo a avistar a torre do castelo e também do Parador onde vou ficar alojada. Já fiquei em vários edifícios históricos convertidos em hotéis mas este vai ser o primeiro Parador.
Por ser hora da sesta e estar um dia de grande calor, não vejo ninguém nas ruas. O acesso é simples e entrar pela porta de pedra, atravessar o túnel e estacionar mesmo em frente à entrada causa algum impacto. No pátio colocam-se mesas para um evento que se irá realizar em breve. Estou no Palácio Condal, antiga residência da família Condal de los Alvarez de Toledo e primeiro Parador de Turismo a instalar-se num edifício histórico.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
A recepção é simples e o check-in rápido. Fico no último piso e até lá chegar passo por várias salas ricamente decoradas com cortinados de veludo, grandes sofás e poltronas, mesas antigas, contadores, quadros, candelabros, tetos em abóbodas e lareiras preparadas para receber o frio. No corredor espreito pela janela de onde avisto os telhados e novamente a torre.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Para primeira impressão, não podia ser melhor. Infelizmente, tenho de trocar de elevador onde apenas cabe o carrinho de bebé e eu à risca. Todos estes transtornos são esquecidos assim que entro no meu quarto. Vou logo apreciar a vista, onde vejo um pouco da planície, Serra de Gredos e casario mas o interior vale por si: móveis de época num espaço generoso, lençóis de algodão de elevada qualidade, atoalhados de uma brancura imaculada e muito silêncio.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Passo o fim de tarde na esplanada com vista para o pátio (a azáfama dos preparativos continua) e castelo novo, declarado Monumento Histórico Artístico desde 1923. Aqui pode-se tomar uma bebida fresca, com um aumento de 15% sobre o valor da carta, mas a vista compensa. Nas paredes contam-se algumas das histórias do edifício, das figuras ilustres que por cá passaram (Graham Greene ou Somerset Maugham) ou filmes aqui rodados (Orgulho e Paixão e El Tren Expreso).

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
A partir das 20h30 é servido o jantar. Sugerem-me ficar na antiga varanda, hoje envidraçada, onde se tem uma vista para a planície. O único inconveniente é que o sol está a pôr-se e não é fácil escapar ainda à força da sua luz. Há um menu pelo valor de 30€ ou então pode-se escolher à carta. Opto pela segunda opção que acabou por desiludir: o solomillo recheado com cogumelos e coberto com queijo de cabra foi servido sem qualquer acompanhamento (tive de pedir à parte) e a tarde de queijo com frutos do bosque sabia excessivamente a álcool.
A noite foi de descanso, a qualidade do algodão ajudou ao conforto e após o pequeno almoço, é hora de explorar Oropesa. Começo pelo castelo novo, mesmo ali em frente. Subir à suas torres é a melhor forma de uma visão panorâmica e deixar o olhar perder-se pelo casario e vastidão da planície. De vez em quando lá passa um ou outro carro mas nada que perturbe a sensação de tranquilidade.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Atravesso novamente o túnel e percorro as muralhas junto ao castelo velho. Não encontro uma igreja ou convento abertos e aproveitando a sombra das casas, desço até ao centro.  Na Plaza del Navarro, onde se localiza o Ayuntamiento, há mais movimento, sobretudo dos locais. As esplanadas começam a preparar-se para os almoços mas sente-se a pacatez de uma terra com visitantes mas sem turismo de massas. O relógio da vila não é imponente mas exibe alguma beleza. De regresso admiro as fachadas que ainda conservam algum do seu encanto medieval e onde se exibe cerâmica de Talavera de la Reina.

Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Oropesa, o que visitar em Oropesa, roteiro de Oropesa, principais atrações de Oropesa
Mas o interesse de Oropesa está sobretudo no castelo e Parador. Nas traseiras fica a piscina onde sabe bem aproveitar as últimas horas. Portugal está um pedacinho mais perto.

0 comentários:

Enviar um comentário