8 de março de 2017

Fim de semana de luxo no Convento do Espinheiro

Em Évora, o  antigo Convento do Espinheiro é hoje um hotel de luxo, onde passado e presente coabitam em perfeita sintonia.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Este ano escolhi Évora para celebrar o meu aniversário e fiquei alojada no Convento do Espinheiro, a Luxury Collection Hotel & Spa. Sabia que era um lugar especial no Alentejo e que a sua história remontava há séculos. Não sabia é que iria ser tão especial.
À medida que me aproximo começo a ver a fachada lateral ensolarada pela luz quente de Inverno. Não fossem os pequenos saltos da mala no chão empedrado e nada perturbaria o silêncio. Até a porta automática mal se faz  notar. A figura à entrada deixa já antever o que espero: dormir num lugar repleto de história. O check-in é eficiente, discreto e muito profissional. O concierge acompanha-me ao quarto enquanto me dá algumas explicações dos espaços. Fico na parte antiga do Convento do Espinheiro, na suite D. Manuel I. Sou afortunada por conhecer muitos lugares únicos mas esta suite é digna de rei (ou rainha). A primeira coisa que faço é sentar-me na cama. Quem tem filhos pequenos sabe o valor de uma boa noite de sono e apesar de todas as experiências que tenho planeadas no hotel, só consigo pensar em deitar-me e disfrutar de todo o conforto. Além da chaise-longue e dos cadeirões onde posso folhear as boas sugestões de leitura, existe uma zona de estar independente com  plasma, leitor de DVD, CD e rádio. A casa de banho é de dimensões generosas, com duche e banheira separada. Atrás da porta encontro o meu inseparável roupão bem macio e o agradável aroma que sinto provém das amenities Bulgari.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Regresso à receção onde aguardo com os restantes hóspedes pelo início da visita guiada. É uma excelente ideia haver a possibilidade de conhecer mais em detalhe a história desde espaço emblemático que é Monumento Nacional. Nada melhor do que começar na igreja do Convento do Espinheiro. Terá sido aqui que por volta de 1400 um pastor diz ter visto a Virgem Maria em cima de um espinheiro a arder. Decidiu vender o seu rebanho e erguer uma pequena capela em honra de Nossa Senhora do Espinheiro. Em 1453, D. Vasco Perdigão, bispo de Évora, mandou construir o atual edifício, ficando concluído cinco anos depois. Passou a ser habitado pela ordem de S. Jerónimo cuja história de vida está retratada nos azulejos, com símbolos icónicos, como a pedra e o leão.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
A igreja está em excelente estado o que a torna ainda mais bonita. Talvez o órgão, pela sua dimensão, seja mais chamativo mas eu gosto sobretudo do trabalho em mármore embutido que me lembra a Capela dos Lencastres e o túmulo de Santa Joana. De salientar ainda os painéis de azulejos de Gabriel del Barco e Manuel dos Santos. Saio pela porta principal para contemplar junto ao imponente portão a vista para Évora.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
O antigo refeitório, cozinha e dormitório dos monges estão hoje transformados em salas de estar e no Pulpitus Bar. O Claustrus Lounge é dos lugares mais aprazíveis do Convento do Espinheiro, em especial quando as temperaturas aquecem e é possível disfrutar de uma bebida ou refeição. Em estilo manuelino, ainda se podem ver alguns símbolos, como os canhões e a corda usada nas embarcações.

Convento do Espinheiro
Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
A antiga adega é hoje o Restaurante Divinus. Existem algumas talhas para decoração onde os monges produziam sobretudo vinho tinto para consumo próprio e da realeza que cá se hospedava.
Depois de conhecer a sala com réplicas de quadros de Garcia de Resende e de passar pela biblioteca, entro na suite real, onde D. João II pernoitou durante as suas incursões à região. A decoração clássica mantém-se mas a banheira no centro da casa de banho, com uma enorme janela para a planície alentejana, dá-lhe um toque de excentricidade. Quando penso que o que já vi é fantástico, sou convidada a subir ao terraço privado que oferece uma das melhores vistas de Évora. Ao pôr do sol ainda é mais bonita.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Todos os dias, ao fim da tarde, os hóspedes do Convento do Espinheiro são convidados a provar os melhores vinhos do Alentejo selecionados pelo escanção Cristiano Santos. A prova ocorre na antiga cisterna, hoje adega, onde a água deu lugar ao vinho.
No fim da prova tenho ainda tempo de ir conhecer o Diana Spa. Pelas grandes janelas de vidro vejo o vento que agita as árvores mas aqui apenas se sente o aconchego das águas. A sauna, piscina ou jacuzzi permitem momentos verdadeiramente relaxantes. Há alguns hóspedes mas todos disfrutam do espaço em silêncio.
À hora marcada regresso ao Restaurante Divinus onde encontro novamente o escanção Cristiano Santos que também acompanha o jantar. O ambiente é realmente reservado, o serviço de enorme profissionalismo e a simpatia própria do povo alentejano.
Acordo com o chilrear dos pássaros. Abro as portadas  e vejo os ramos do grande plátano serem sacudidos pelo vento. Quando abro a porta, o claustro parece ainda mais bonito, com o sol a ascender em direção à torre da igreja. No alto, o catavento com os símbolos de S. Bernardo rodopia incansavelmente.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Podia entrar vezes sem conta no Restaurante Divinus e a surpresa seria sempre igual. Não me canso da profundidade das ogivas e do efeito de luzes. O sumo de abacaxi e laranja naturais são servidos à mesa, assim como o leite e café. As restantes opções são em regime de buffet mas há ovos mexidos e panquecas feitas na hora. Há  também uma seleção de produtos dietéticos.
Vou encerrar com chave de ouro a minha estada no Convento do Espinheiro com uma massagem ao fim da manhã, por isso apresso-me para o exterior que ainda não tive oportunidade de conhecer. Apesar de ser inverno, tudo está muito bem cuidado, desde os canteiros, ao buxo, a relva aparada e as piscinas exteriores limpas. Já são vários os sinais da primavera e o alecrinzeiro não tem como escapar às investidas das abelhas. Passado e presente coabitam em perfeita sintonia, juntando elementos originais, como o tanque e a nora à ala nova com as suas varandas soalheiras.

Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
Convento do Espinheiro, dormir no Convento do Espinheiro, hotéis em Évora, hotéis de luxo em Évora, hotéis de luxo no Alentejo
É em tudo isso que penso no início da massagem corporal Convento do Espinheiro com azeite exclusivo a partir de azeitona galega. Todas estas imagens se diluem no piano de Yann Tiersen, no aroma do rosmaninho, no calor da toalha e na suavidade vigorosa das mãos. Haverá melhor despedida?
 
Convento do Espinheiro, a Luxury Collection Hotel & Spa
7002-502 Évora
www.conventodoespinheiro.com

0 comentários:

Enviar um comentário