25 de janeiro de 2017

Mercados de Madrid

Se em Lisboa a adaptação dos mercados a espaços gastronómicos veio para ficar, em Espanha, nuestros hermanos já nos levam um bom avanço. Na minha última visita a Madrid fui conhecer alguns e fiquei surpreendida.

1 - Mercado de San Antón

No Bairro da Chueca, um dos mais típicos e movimentados de Madrid, o Mercado de San Antón é um espaço moderno com vários pisos. No rés do chão mantém-se a venda de frutas, legumes, charcutaria e até um balcão de peixe onde se pode comer ostras. Subindo no elevador ou escadas rolantes chegamos ao último piso com vários tipos de cozinha. Muitos dos balcões têm os pratos em exposição para que o cliente saiba exatamente o que lhe vão servir. Há comida japonesa, grega, da Andaluzia, grelhados, marisco e foie gras. A Imperial tem comida mais elaborada e espaço próprio de degustação. Um rabo de toro em vinho tinto (14€) e uma travessa de batata frita (3€) dá à vontade para dois. Quem não tiver vertigens pode almoçar tranquilamente junto às divisórias de vidro, enquanto observa a agitação própria do mercado.

Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Antón
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Antón
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Antón

2 – Mercado de San Ildefonso

No Bairro da Malasaña, na Calle de Fuencarral, o Mercado de San Ildefonso aposta sobretudo na comida de rua. Dos pratos expostos pode-se escolher entre mexicano, tapas, charcutaria, hambúrgueres ou um ceviche. O bar ocupa um espaço próprio onde pode experimentar uma cerveja artesanal. O forno a lenha do Francesco’s está sempre aceso.

Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Ildefonso
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Ildefonso
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Ildefonso

 

3 – Mercado de La Paz

No Bairro da Salamanca, o mais requintado de Madrid, o Mercado de La Paz é o que mantém o conceito original mais autêntico e onde se sente o verdadeiro bairrismo. Aqui faz-se compras com os tradicionais carrinhos de rodas e as pessoas tratam-se pelo nome. Além da frutaria, talho, charcutaria e peixaria, aqui pode-se encontrar outro tipo de serviços que nada têm a ver com a gastronomia, como um sapateiro, cabeleireiro, lavandaria e até venda de material elétrico. Ao centro há uma pequena zona com mesas onde pode degustar alguns produtos gourmet, como o foie de Navarra ou pastelaria fina.

Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de La Paz
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de La Paz
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de La Paz

 

4 – Mercado de San Miguel

Um dos problemas de apenas relatar experiências é a necessidade de ter mesmo de passar por elas. Contrariamente a todos os conselhos, incluindo de madrilenos, fui ao Mercado de San Miguel e conseguiu ser muito pior a todos os relatos que ouvi. Não há dúvidas que o espaço é bonito, talvez até o mais bonito de todos os mercados, mas a afluência é tão grande que se torna caótico. Senti que não se vem ao Mercado de San Miguel comer mas ver e ser visto. Além das tapas, onde a imaginação é o limite (basta colocar uma azeitona num palito e vendê-la a um preço exorbitante), há muito jamón, pizzas, paellas, calamares, ostras e até ouriços do mar. Não se perde muito tempo com simpatia e com a higiene da loiça ainda menos. Se nos descuidamos perdemos o copo, o prato e o lugar. No mercado que serviu de inspiração ao de Campo de Ourique encontrei um bocadinho de Portugal: sangria de Vinho do Porto e pastéis de nata (seis custam 8€). Quem pretender usar os wc’s, incluindo para lavar as mãos, deverá pedir sempre os talões de compra e entregar à entrada ou terá de pagar.

Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Miguel
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Miguel
Mercados de Madrid, mercados gastronómicos de Madrid, mercado de San Miguel

9 comentários:

  1. Esse é realmente um dos meus passeios preferidos de viagem, esses dias mesmo estava vendo um snap sobre o mercado de San Anton, já visitei o de San Miguel e achei ótimo, mas como você disse, muito caótico, agora fiquei com vontade de ir no de San Anton! Abraços

    ResponderEliminar
  2. Adoro dicas de mercados, shoppings, lojas etc... sou daquelas pessoas que adora fazer compras e nunca vai a um lugar sem ao menos comprar presentes, provar gastronomia do local etc... tem muito a ver comigo.

    ResponderEliminar
  3. Eva, adorei a sua colocação com relação ao Mercado San Miguel, estive lá e tive exatamente a mesma impressão com a sua é um local para se visitar e olhar. Os outros eu não conheço, mas anotei o San Idefonso e o La Paz, eu adoro passear pelos mercados onde os locais fazem as compras e conhecer novos produtos e ver o movimento de um morador daquela cidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se procura um mercado realmente autêntico, o de La Paz é o melhor, cheio de cor e com produtos de elevada qualidade.

      Eliminar
  4. Adoro um mercado colorido com aromas locais e misturados... Eu gostei muito do de San Antón: pude comer e circular com tranquilidade. O de San Miguel me irritou pela quantidade de pessoas. Tentei ir duas vezes, em horários distintos e desisti. Não gosto de multidões, mas de fato é um mercado muito bonito. Se um dia voltar à Madri, vou tentar visitar os outros dois. beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dos problemas do Mercado de San Miguel é o elevado número de pessoas, que impede a circulação e desfrutar do espaço. Apesar de bonito é muito confuso.

      Eliminar
  5. Que delicia! Adoro mercados. Conhece-los durante as minhas viagens é um dos meus passeios favoritos. Seu post está excelente! Já coloquei nos meus favoritos. rs Obrigada pelas dicas!

    Keul
    www.turistandonomundo.com.br

    ResponderEliminar
  6. Adoro visitar esses tipos de mercados. Comida boa, diferente, barata e beeeem regional. Nem sempre é fácil se encontrar dentro deles, mas sempre é mt bom!

    ResponderEliminar
  7. Essas azeitonas do Mercado de San Miguel me deixaram com fome e acabei de tomar café da manhã. Realmente, um ótimo programa gastronômico. Dicas anotadas!

    ResponderEliminar