25 de maio de 2016

Mercado do Livramento

Está entre os mais famosos mercados de peixe do mundo e até já foi cenário de novela. Em Setúbal, no Mercado do Livramento, respira-se o mar.

Mercado do Livramento Setúbal
Todos os dias tem gente mas é sobretudo nas manhãs de Sábado que há mais clientes. Nas imediações procura-se um lugar para estacionar, com a ajuda de arrumadores que vêem em cada buraco uma oportunidade. Sentados numa pedra, encostados às paredes, alguns pescadores amanham dentro de um balde o peixe que pescaram há poucas horas, tentando vendê-lo ali mesmo. Sente-se uma mistura de cheiro a mar e a fumo. Os restaurantes preparam já as churrasqueiras. O peixe fresco grelhado é o que de melhor têm para oferecer.
Aproximo-me das grandes portas do Mercado do Livramento, inaugurado em 1930, e cujo exterior ao gosto Arte Deco, vale a pena ver. Ao entrar, sinto um ruído saudável, próprio de quem procura apregoar os seus produtos. Há alguns talhos, venda de fruta e bolos (como o pastel de moscatel) mas em terra de pescadores, o peixe fresco brilha em todo o seu esplendor.

Mercado do Livramento Setúbal
Mercado do Livramento Setúbal
Mercado do Livramento Setúbal
O que carateriza o Mercado do Livramento é a variedade e frescura do peixe, preparado pelas mãos experientes das peixeiras. Há alguns crustáceos, como o camarão, percebes ou lagostas e também moluscos, como os búzios, lulas e o bem conhecido choco. Além dos peixes mais comuns, encontro outros exemplos. É o caso do peixe porco, rascasso, cabra vermelha, pata roxa ou cabaço. Em geral, a oferta não varia muito de banca para banca mas procurando encontram-se raridades que valem a pena. De faca afiada e olho bem preciso, retiram-se os lombos de um cherne ou cortam-se uns bifes de espadarte. Nem todos podem comprar porque os preços são elevados mas para ver ainda não se paga.

Mercado do Livramento Setúbal
No corredor central há um conjunto de figuras de Augusto Cid, doadas pela Fundação Buehler-Brockhaus. O carregador de peixe, a vendedora de ovos e galinhas, o vendedor de flores ou o homem do talho ainda retratam as profissões hoje presentes no Mercado do Livramento. Os mais de 5000 azulejos que cobrem as paredes complementam o retrato da vida quotidiana dos setubalenses.

Mercado do Livramento Setúbal
Mercado do Livramento
Avenida Luísa Todi, 163

Este texto está publicado no Lifecooler.

0 comentários:

Enviar um comentário