31 de março de 2016

Sabores ibéricos no Restaurante Traça

No Largo de São Domingos, no Porto, o restaurante Traça convida a descobrir uma cozinha de inspiração ibérica e pratos de caça.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
Em hora de fecho e com a esplanada despida, o número 88 pode passar despercebido a quem procura lugar para uma refeição no centro histórico do Porto. Mas posso assegurar que uma vez transpostas as portas vermelhas do restaurante Traça se entra num espaço tranquilo para uma experiência gastronómica que vai surpreender.
Primeiro reparo na decoração: apontamentos rústicos, como os louceiros e objetos antigos mas com um toque de sofisticação e equilíbrio. Ainda na entrada há o grande quadro em lousa que serve também de ementa gigante. Escritas a giz, estão as várias opções para degustar. São sobretudo pratos de carne, alguns de caça, com pormenores que fazem a diferença, como o queijo ou foie gras.
Depois há também os contras: o espaço não é grande e conseguir transportar um carrinho de bebé pode ser uma tarefa hércule. Vale-me a ajuda dos funcionários, que do início ao fim, são incansáveis. Colocam-me na mesa mais adequada, regulam as janelas e acima de tudo, dão-me tempo.
Ultrapassadas estas dificuldades, é hora de olhar com atenção para a ementa. O problema de se estar numa cidade vibrante como o Porto e numa fabulosa Rua das Flores é que o tempo parece passar de forma mais rápida. Por isso, dispenso as entradas e fico-me pela manteiga de ervas.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
É neste compasso de espera que tenho oportunidade de observar melhor a azáfama envolvente. Há três espaços distintos para refeição. O piso inferior, onde me encontro, está cheio e apenas há duas mesas ocupadas por portugueses. O serviço é relativamente rápido, sucedendo-se pratos deliciosos ao olhar e ao olfato.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
Não espero muito pelas bochechas de porco preto com vinho do Porto (14,80€). São acompanhadas por um puré de queijo, que peço para substituir por arroz branco com receio de ser pesado para um dia exageradamente quente de inverno. Percebo a associação e não desgosto, mas acho que o vinho tinto é uma combinação mais vencedora pela ausência do toque adocicado. A carne desfaz-se na boca de tão macia.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
Não deixo de provar o lombo de javali recheado com queijo de cabra e foie sobre compota de frutos vermelhos e creme de maçã com batata palha (18€). A apresentação é mais atrativa e a batata é tão fina que mais parece fios de cabelo.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
Por esta altura começo a fazer contas ao espaço livre para a sobremesa, se é que existe. Já tinha deitado o olho à mesa do lado e ir embora sem a experiência completa não me parece bem. Porque não partilhar uma tarte fria de 3 chocolates (4,5€)? Com uma base crocante e camadas feitas na perfeição.

Restaurante Traça, Largo de São Domingos, Rua das Flores, restaurantes Porto, restaurantes zona histórica do Porto, onde comer no Porto
Restaurante Traça
Largo São Domingos, 88
4050-545 Porto

1 comentário: