10 de fevereiro de 2016

Fim de semana no The Yeatman Hotel

Construído em patamares, a lembrar os socalcos no Douro, o The Yeatman é um hotel vínico de luxo com uma vista soberba sobre o Porto.

The Yeatman Hotel
Já há uns anos que temos uma regra em casa: os presentes são relacionados com viagens. Este Natal não foi exceção. Via um envelope com o meu nome junto dos embrulhos mas resisti à tentação de espreitar. Na noite de 24 desfez-se o mistério. Finalmente ia conhecer um dos melhores hotéis de Portugal: o The Yeatman Hotel. Como vem sendo hábito desde que o meu filho nasceu, ligo uns dias antes com algumas questões. O berço já estava pedido mas fico também a saber que têm banheira e serviço de babysitting. As primeiras suspeitas confirmam-se: aqui tem-se em conta o conforto de todos os hóspedes. A chegada ao hotel não podia ser melhor: serviço de valet parking, recolha de bagagem e colocação no quarto.
O check in é rápido seguido de acompanhamento ao quarto. As informações gerais vão sendo dadas durante o percurso. Os quartos têm nomes ligados ao vinho, o conceito do hotel. O meu foi personalizado pelo Monte da Ravasqueira. É de dimensões generosas, com mobiliário confortável e uma banheira com vista para o Porto. Os tons suaves proporcionam um ambiente relaxante. Desde que o meu filho nasceu já dormiu em vários hotéis mas este foi o único com uma cama de madeira.

The Yeatman Hotel
É quando saio que começo a reparar na decoração. Longos corredores alcatifados, pinturas, quadros com mapas, algumas estátuas e muitos pontos de acesso para o exterior. A vista nunca cansa, onde quer que se esteja. No piso do meu quarto há também a coleção de camisolas de futebol e dos galos de Barcelos. E depois, em qualquer elevador que entre, há sempre uma viagem garantida, uma delas, bem especial.
 The Yeatman Hotel
Tenho agendada uma prova de vinhos Wine Flight no Dick’s Bar. Antes do pôr do sol é a altura ideal. A temperatura demasiado elevada para a época convida a sentar no exterior. Há poucas mesas vazias. Circulam copos de vinho, gin e cocktails.
 The Yeatman Hotel
Alguns dos vinhos que provo estão para venda na loja. Antes paro para ver o conjunto de copos e vasos expostos. Espreito apenas a biblioteca. A lareira acesa e a decoração criam um ambiente absolutamente fantástico mas como vejo que é permitido fumar saio rapidamente. É uma surpresa ver a Beatriz Machado, diretora de vinhos do The Yeatman Hotel, na loja. Trocamos apenas umas palavras rápidas. É hora de regressar ao quarto e ir até à piscina. Acho a água um pouco fria mas a vista para a noite a cair sobre o Porto é imperdível.
 The Yeatman Hotel
Acordo cedo. Restam-me poucas horas para disfrutar do hotel. E não há melhor forma do que um pequeno almoço em família, numa sala inundada de luz natural, com uma vista soberba. As bebidas são servidas à mesa e o restante em modo buffet. Podia falar da pastelaria variada, da seleção de queijos, dos frutos secos mas vou destacar o que me parece que coloca o The Yeatman Hotel num patamar distinto. Há caviar, sarda, atum, espadarte e salmão fumados, maracujá e toranja, iogurte caseiro para acompanhar com vários tipos de cereais mas o que me surpreende são os sumos de arando, toranja e romã.
 The Yeatman Hotel
Não posso deixar de conhecer a cave de vinhos. Não é suposto haver visitas a esta hora mas aqui não há pedidos impossíveis. Apesar de se encontrar em mudanças, não me parece nada desarrumada e é só ter o olhar disperto para descobrir pequenos grandes tesouros. O tempo na restante manhã voa. Volto aos vários terraços, entre e saio vezes sem conta, paro junto da piscina exterior que agora está vazia.
 The Yeatman Hotel The Yeatman Hotel
A minha última experiência é um almoço na sala The Orangerie. Foi um excelente momento gastronómico, com um serviço onde não há nada a apontar. Comecei por dizer que ainda não tinha chegado e já percebo que aqui tem-se em conta o conforto de todos os hóspedes. Como já fiz o check out, passo numa casa de banho para trocar o meu filho. Só nesse momento percebo que não necessito de nada. Há fraldas, toalhitas e resguardos disponíveis.
 The Yeatman Hotel
É junto à estátua no pátio interior que me despeço do espaço. Ao som da voz doce da Luísa Sobral, deixo-me invadir pelo aroma suave das flores naturais distribuídas por vários pontos. Sinto que foi pouco o tempo para disfrutar das enormes potencialidades que o The Yeatman Hotel oferece. E com um último olhar sobre o Porto penso: quantos dias faltam para o Natal?

The Yeatman Hotel
 Rua do Choupelo (Santa Marinha)
4400-088 Vila Nova de Gaia, Porto
http://www.the-yeatman-hotel.com/pt/

0 comentários:

Enviar um comentário