3 de janeiro de 2016

2015 em revista

Quinta Nova, Douro
O ano de 2015 foi muito especial. Fui mãe e isso trouxe uma avalanche de emoções e algumas adaptações. Passei a ter menos tempo disponível e isso refletiu-se no blogue. Escrevi menos artigos e fiz menos partilhas nas redes sociais. Apenas mantive a colaboração com o Lifecooler. No entanto, ainda antes do meu filho nascer, alterei o visual do blogue e transferi-o de plataforma. Em termos de viagens, também houve diferenças. Pela primeira vez em muitos anos não saí de Portugal. Mas isso não implicou que deixasse de conhecer ou fazer coisas. Continuei a disfrutar das muitas possibilidades que Lisboa oferece, com alguns passeios, visitas a museus, lojas, novos mercados e restaurantes.


Mercado da Ribeira
Assim que foi viável sair com o meu filho, organizei um passeio pelo Douro, de onde trouxe as melhores recordações: uma estadia memorável no The Vintage House Douro, duas experiências gastronómicas no DOC e Quinta Nova e várias visitas a quintas emblemáticas. Este ano foi também o regresso a Tavira, um local muito especial para mim, com uns dias de descanso em família no Hotel Vila Galé Albacora.

The Vintage House Douro
Regressei também a Ílhavo para uma visita um pouco diferente: conhecer mais sobre a tradição do bacalhau em Portugal. O Museu Marítimo de Ílhavo entrou diretamente para a minha lista de melhores museus de Portugal. Passei o S. Martinho no Alentejo. Conheci artesãos, novos núcleos museológicos, desci a uma exploração de mármore e dormi num dos melhores hotéis do país.

exploração de mármore em Vila Viçosa
Em Dezembro coloquei a possibilidade de visitar os mercados de Natal em Madrid mas parece que a baixa lisboeta se rendeu definitivamente a eles e não faltaram propostas para conhecer. No entanto, duas coisas se mantiveram desde 2014: os artigos mais lidos continuam a ser o das Ruínas de Conímbriga e Grutas Marinhas no Algarve. O terceiro lugar está ocupado pela Fábrica de biscoitos Paupério que conta com mais de 500 partilhas no Facebook. As minhas sugestões de praias no concelho da Lagoa estão em quarto lugar e para encerrar os top 5 vem um passeio pela Mouraria.

murais na Mouraria
Ao contrário de há um ano atrás, já tenho planos para viagens. Independentemente do destino, todas serão especiais e sempre motivos de aprendizagem. Viajar com uma criança requer outra disponibilidade, tempo e paciência. Percalços menores quando se tem o coração cheio. Bom ano.

1 comentário:

  1. Olá Eva, parabéns ;) pelo bébé e pelo blog. É engraçado como ter filhos também muda a nossa maneira de viajar (pelo menos a minha mudou) e até de alguma forma obriga-me a sair mais de casa para que vejam coisas novas. Feliz 2016.

    ResponderEliminar