16 de julho de 2015

Quinta Nova: experiências únicas

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
O percurso entre o Pinhão e a Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo não é para cardíacos nem estômagos frágeis. Curva após curva, sucedem-se vertigens de vinhedos em socalcos, sem qualquer proteção. A distância não é grande mas a estrada não permite velocidades. É para se fazer com calma…muita calma. Durante todo o caminho não me cruzo com ninguém. Os autocarros ficam-se pelas quintas onde o acesso é mais fácil. Esta é uma das razões que torna esta região do Douro tão especial.
O profundo suspiro assim que avisto os portões da quinta liberta-me da tensão. Mantenho a marcha lenta e começo a subir em direção à casa. Gera-se o sentimento de que esta quinta tem algo de diferente. Seja pelas almofadas colocadas à entrada da capela, pelas mesas dispostas em vários espaços, pelo ambiente florido e cuidado, noto um claro bom gosto.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
A Paula Sousa convida-me a entrar na casa oitocentista, hoje uma luxury winery house. Mas o terraço é perfeito para conversarmos um pouco sobre este projeto, num fim de manhã em que o calor é grande. Uma água fresca e uma brisa ocasional e já esqueci as curvas por onde passei.
Pernoitar na Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo é apenas uma das experiências possíveis. Percorro o espaço interior e descubro vários pormenores. Há postais antigos emoldurados, fotografias da família real, relógios de parede e uma grafonola. Todos os ambientes estão muito bem conseguidos mas destaco três: o artesanato de Estremoz a decorar as casas de banho, a exuberância dos galos Bordallo Pinheiro a contrastar com a simplicidade da sala do pequeno almoço e a tranquilidade do jardim de inverno, onde não consegui deixar de reparar na máquina de escrever e gaiola. Depois há os livros que alguns hóspedes partilham e revistas, muitas revistas. Tudo para ser disfrutado num ambiente caseiro e intimista.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Mas o conceito é mais abrangente e pretende-se proporcionar uma verdadeira experiência tailor made de uma quinta no Douro. Além do acesso de carro, é possível chegar de comboio, barco e helicóptero para uma estadia exclusiva e memorável. Há as atividades mais standard, como visita e prova de vinhos, passeios pedestres, piqueniques nas vinhas, wine caching, cursos de cozinha e apanha de fruta, mas a experiência será sempre direcionada para os interesses de cada hóspede.
Deixo o espaço interior. As sombras são aproveitadas para colocar mesas onde é possível sentar, beber um copo de vinho acompanhado por umas tapas, almoçar ou simplesmente disfrutar da paisagem. E que paisagem. Os mais sedentários podem simplesmente ficar-se pela piscina, um autêntico miradouro.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Estando numa luxury winery house não podia deixar de visitar a adega. As uvas são provenientes dos 85 hectares de vinha, alguma dela vinha velha com cerca de 80 anos, usada na produção de vinho do Porto e topos de gama. Daqui saem cerca de 300 mil garrafas que chegam a 27 países. Estagiam na adega subterrânea com o chão em xisto e areia para controlo da humidade e temperatura.
Apesar de 70% dos clientes serem estrangeiros (europeus e norte americanos), o restaurante Conceitus trouxe um público diferente que procura uma experiência enogastronómica.  Há os que vêm em grupo, os que aqui celebram datas especiais e os que passam, entram e ficam. O chef José Pinto pratica uma cozinha duriense que aposta na sazonalidade. Experienciei um menu em três momentos, harmonizado com vinhos da quinta.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Mas à Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo não se vem apenas almoçar ou jantar: vem-se estar e sentir o espaço. Após um deleite para o palato que tão breve não esquecerei é tempo de disfrutar de um Pomares bem fresco junto ao muro. Estou certamente numa das quintas do Douro mais bonitas. Não tenho pressa.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Deixo-me ficar a comtemplar a beleza da paisagem em nada poupada. Há vinhas a perder de vista, qual jardim, onde o silêncio apenas é quebrado pelo chilrear dos pássaros que parecem não sentir o calor. Lá em baixo o Douro segue calmamente o seu caminho. Tudo aqui é um excesso para os sentidos e para a alma.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
O tempo avança sem piedade, acelerando o momento da partida. Passo no bar/loja que mais não é do que a continuação da sala de estar. Além dos vinhos produzidos na quinta, há também chás, compotas e azeites. Escolho alguns produtos que degustei durante o almoço. Pedaços de memórias que me ajudarão a recordar um dia feliz na Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo.

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
5085-222 Covas do Douro
www.quintanova.com

0 comentários:

Enviar um comentário