17 de março de 2014

Quinta do Monte D’Oiro: paixão pelo vinho


A cerca de 15 quilómetros de Alenquer, a Quinta do Monte D’Oiro é uma referência na produção de vinhos reginais de Lisboa de elevada qualidade.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

Quando chego à Quinta do Monte D’Oiro, reparo na escultura que está junto à adega. Este “terroir” abre o campo de visão para os 42 hectares da propriedade, que nos últimos quatro séculos de história contaram com as características específicas do solo, do clima e da aproximação à orla costeira para produzir vinhos de grande carácter.
Recebe-me a enóloga Graça Gonçalves e inicio a visita de frente para as vinhas. Não desço ao terreno porque as condições climatéricas assim o impedem. José Bento dos Santos adquiriu a quinta em 1986 e implementou alterações inovadoras para a época: trouxe algumas castas produzidas em França, como o Syrah, o Petit Verdot e o Viognier. Procedeu-se à replantação de  algumas parcelas com estas castas estrangeiras, assim como duas portuguesas: a Touriga Nacional e a Tinta Roriz.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

A partir de 2006, há uma reconversão para agricultura biológica, com uma preocupação real pela defesa da Biodiversidade. Esta implementação implica uma maior complexidade e adopção de novas formas de produção. Os pesticidas são substituídos pelo enxofre e o cobre, plantam-se ervas aromáticas selecionadas para combaterem pragas e semeiam-se cereais em parcelas específicas, misturadas com leguminosas, de modo a oxigenarem o solo, transformando matéria orgânica em matéria mineral. Obtém-se com isto um ecossistema equilibrado, mas também uvas de melhor qualidade, que originam vinhos singulares.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

Após a vindima manual, inicia-se na adega o processo de vinificação. É nas cubas em inox que os vinhos tintos, brancos e rosé fermentam.
Posteriormente, os vinhos são colocados nas cerca de 400 barricas existentes na sala de estágio, onde permanecerão o tempo necessário, de acordo com cada tipo. Os vinhos Quinta do Monte D’Oiro são o resultado do rigor, da dedicação e da espera do momento certo, de modo a transmitirem personalidade e elegância. A prova do seu mérito é o reconhecimento público que têm recebido, com várias distinções, algumas exposta à estrada da sala de estágio. Mais recentemente, o Ex-Aequo 2009 ou Quinta do Monte D’Oiro Reserva 2009 foram considerados dos melhores vinhos de 2013, segundo a revista Wine - A Essência do Vinho.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

Graça Gonçalves explica que a decisão dos lotes é um trabalho de equipa mas que a vontade do produtor prevalece. José Bento dos Santos faz os vinhos de que gosta, com um forte sentido gastronómico. Autor de vários livros relacionados com o tema, apresentou também os programas de televisão “Segredos do Vinho”  e “O Sentido do Gosto”.
O exterior da quinta está muito  bem cuidado. O céu abriu e deixa espreitar alguns raios de sol que acentuam o colorido das flores. Para além dos espaços ligados à produção do vinho, há também uma sala de eventos, uma capela e uma área privada de habitação.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

Termino a visita na pequena loja. Folheio um dos livros na estante e leio uma frase de François Revel: “O vinho está para a comida como o contraponto para a música.” Talvez seja por isso que chefes nacionais, como José Avillez ou Kiko Martins, vejam em Bento dos Santos o “maestro” certo e a ele se associem na produção de vinhos para os seus restaurantes.

Quinta do Monte D’Oiro; Enoturismo no Oeste; Vinho regional de Lisboa

Despeço-me e levo os vinhos que adquiri: Lybra Tinto, já meu conhecido e presença regular em datas especiais, que pela sua suavidade e leveza, conquista sempre boas opiniões. Por sugestão, trouxe também Madrigal Branco, 100% Viognier, um vinho com um grande cunho pessoal de Graça Gonçalves. Quando os servir,  certamente continuarão a gerar emoções e criar memórias.

Quinta do Monte d’Oiro
Freixial de Cima
2580 - 404 Ventosa - Alenquer
www.quintadomontedoiro.com

0 comentários:

Enviar um comentário